terça-feira, 21 de abril de 2015

ATIVIDADES DE INTERPRETAÇÃO E ANÁLISE DE POEMA:- ALICE RUIZ - RECONHECER RECURSOS ORTOGRÁFICOS E MORFOSSINTÁTICOS SIGNIFICADO DE PALAVRA NO TEXTO -9° ANO

ANALISANDO POEMA: 9° ANO
de que seda                                    pedaço que pedaço
é a tua pele?                                   sonho que teço
                                                      

de que fogo                                     que jogo
minha sede?                                    nos vence?
                                                        
de que vida                                      cedo
tua vinda?                                        mais cedo
                                                         do que penso
Alice Ruiz (trabalhando com a linguagem: Givan Ferreira, Isabel C. Cordeiro, Maria aparecida A. Kaster, Mary Marques.)

     Análise do poema
 1)Observe os versos:
“ de que seda /é tua pele ?” neles o eu-lírico revela algo sobre à pessoa amada. Descreva isso.

2) Nos versos a seguir o autor emprega duas ideias contrárias e qual o objetivo desse recurso?

3) Qual significado a palavra cedo pode ter em cada um dos versos do poema?

4) O poema é composto por seis estrofes, quatro se iniciam por uma forma interrogativa (“de que”, “que”) e no final tem um ponto de interrogação. É uma construção linguística que contribui para caracterizar os sentimentos do eu-lírico?

5) O poema de Alice Ruiz está sem título. Sugira um título e justifique sua resposta.

 GABARITO

1-Ele revela que o toque na pele da pessoa amada é bom, suave. Percebe-se sensibilidade ao toque.

2-As ideias são de sofrimento e esperança. E o recurso é usado para mostrar que o amor pode causar sofrimento, mas também pode fazer as pessoas sonharem com a felicidade.

3- a) Cedo (verbo e verbo): eu cedo e nem penso muito, penso pouco e cedo mais;
b) Cedo (verbo e advérbio):Eu cedo antes do que penso;

c) Cedo (advérbio e advérbio): o amor me vence cedo / logo, antes mesmo do que eu pensava.

4- Sim, pois revela um eu-lírico calmo em relação ao que sente e à pessoa amada.

5- Resposta pessoal.

ATIVIDADES DE GRAMÁTICA - FONÉTICA E ORTOGRAFIA

EXERCÍCIOS COM: FONÉTICA E ORTOGRAFIA – 6° ANO

1) Acentue o que for necessário:

a) É imperdoavel ligar antes das 10 horas e apos as 22.
b) Tenha coragem e independencia para fazer o que voce gosta.
c) Quem esta na casa dos 60 anos e um sexagenario.
d) Se voce ve  alguem escorregando, corre para ajudar.

2) Empregue x ou ch nas palavras abaixo:
Dei-- ar     x                ----ará        ch            cai---a        x
Pei---e      x                bru----a       x           ----ave        ch
Me---er     x                col----ão     ch          ----inelo      ch
li----o        x                fa----ada    ch           ----ale         x
  
3) Complete com s ou z
Atrá---                s           bra---eiro         s        triste---a       z
Iguai---inhos      z           frie ---a             z       opo---ição     s
mi---éria             s          vergonh—o      s        conclu---ão    s

4) Classifique as palavras quanto a sílaba tônica
Campanário –   paroxítona           estômago -    proparoxítona
Indispensável - paroxítona            revolução -    oxítona
Casarão         - oxítona                 impaciência - paroxítona

5) Marque a frase com pontuação adequada.
a) A segunda aula, que tivemos, foi de matemática.
b) Minha mãe disse, que não.
c) Testei ela, insistiu, mas não foi possível.
d) Mamãe passava a mão na minha cabeça, com calma, devagar, às vezes.   x

ATIVIDADES DE GRAMÁTICA - COM TIPOS DE FRASES - 6° ANO

ATIVIDADES COM TIPOS DE FRASES – 6° ANO
1) Identifique o tipo de frase abaixo:
a) Traga-me um café.
b) Você viu meu secador de cabelo?
c) Mas que dia quente!
d) Não entre na água agora.
e) O pássaro viu-se com as asas presas à árvore.

2) Coloque os conjuntos de palavras em ordem e forme frases.
a) olhou – uma ave – para baixo – viu -  um gavião – e.
b) é- como – nome – seu?
c) me – deixe – melhor – sua voz – ouvir.
d) grama – pise – não – você!

3) Mude o conjunto de palavras abaixo sem alterar o sentido da frase:
Ontem,     a professora    demonstrava       irritação e mau humor
   a                   b                          c                                   d

A) b, c, d, a 
B) a, d, b, c
C) a, b, d, c
D) c, d, b, a

GABARITO
1) a- imperativa
b) interrogativa
c) exclamativa
d) imperativa
e) declarativa afirmativa

2-a) Um gavião olhou para baixo e viu uma ave.
b) Como é o seu nome?
c) Deixe-me ouvir melhor sua voz.
d) Não pise na grama!


3 -a) A professora demonstrava irritação e mau humor ontem.
b) Ontem, irritação e mau humor a professora demonstrava.
c) Ontem, a professora irritação e mau humor demonstrava.
d) Demonstrava irritação e mau humor a professora ontem.

ATIVIDADES DE INTERPRETAÇÃO - FÁBULA - RECONHECER INFORMAÇÕES NO TEXTO- SENTIDO DE PALAVRA OU EXPRESSÃO- 6° ANO

            INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: FÁBULA – 6° ANO

            A ÁGUIA
         (FÁBULAS, LEONARDO DA VINCI)
            Certo dia uma águia olhou para baixo, do alto do seu ninho, e viu uma coruja.
             – Que estranho animal! pensou consigo mesma Certamente não se trata de um pássaro.
 Movida pela curiosidade, abriu suas grandes asas e pôs-se a descer voando em círculos.
            Ao aproximar-se da coruja, perguntou:
            – Quem é você? Como é seu nome?
            – Sou a coruja, respondeu o pobre pássaro em voz trêmula, tentando esconder-se atrás de um galho.
            – Ha, ha! Como você é ridícula! – riu-se a águia, sempre voando em torno da árvore. Só tem olhos e penas! Vamos ver, acrescentou, pousando num galho, – vamos ver de perto como você é. Deixe-me ouvir melhor a sua voz. Se for tão bonita quanto sua cara vou ter que tapar os ouvidos".
            Enquanto isso a águia tentava, por meio das asas, abrir caminho por entre os galhos para apanhar a coruja. Porém um fazendeiro havia colocado, entre os galhos da árvore, diversos ramos cobertos de visgo, e também espalhara visgo nos galhos maiores.
           Subitamente a águia viu-se com as asas presas à árvore, e quanto mais lutava para se desvencilhar, mais grudadas ficavam suas penas.
           A coruja disse-lhe:
           – Águia, daqui a pouco o fazendeiro vai chegar, apanhar você e trancá-la numa grande gaiola. Ou talvez a mate para vingar-se pelos cordeiros que comeu. Você, que passou toda a sua vida no céu, livre de qualquer perigo, tinha alguma necessidade de vir até aqui para caçoar de mim?
 
 ATIVIDADES DE INTERPRETAÇÃO
1 - Leia atentamente a fábula e responda: Quais são as personagens do texto?
2 - Quais são as características da águia e da coruja do texto?
3 - Qual impressão a águia teve sobre o comportamento da coruja?
4 - Ao se sentir melhor que a coruja como a águia se deixou apanhar?
5 -Trabalhando sinônimos e antônimos: Substitua as palavras grifadas por sinônimos ou antônimos.
a) Vou ter que tapar o nariz.
b) “- Certamente não se trata de um pássaro.”
c) “- Águia daqui a pouco o fazendeiro vai chegar.”
d) Ela não gosta de dormir coberta.


 GABARITO
1) As personagens do texto são a águia e a coruja.
2) As características da águia são a coragem, a curiosidade, a agressividade, a falta de respeito para com o outro. E as características da águia são a prudência e a sabedoria.
3) Achou a águia ridícula, feita apenas de olhos e penas.
4) Ansiosa para apanhar a coruja, distraiu-se e não percebeu a armadilha.
5) Destapar, logo, descoberta.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - CONTO - RECONHECER GÊNERO TEXTUAL - DISTINGUIR FATO DE OPINIÃO - ELEMENTOS DA NARRATIVA- 7° ANO

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CONTO -7° ANO

             OS GNOMOS E O SAPATEIRO
       Era uma vez um sapateiro tão pobre, tão pobre, que só lhe restava couro para um único par de sapatos. Certa noite, quando ia começar a fazê-lo, sentiu-se cansado. Apenas recortou uma tira de couro e deixou para terminar o serviço no dia seguinte.
        De manhã, quando voltou para a mesa de sua oficina, encontrou o par de sapatos prontinho. Apanhou cada um dos sapatos e examinou-os, tentando descobrir quem os havia confeccionado, mas não conseguiu: era um verdadeiro mistério. Intrigava-o ainda mais o fato de que aquele par de sapatos era o mais perfeito que ele já tinha visto.
         O sapateiro ainda estava parado, pensando, com o par de sapatos na mão, quando um freguês entrou em sua oficina. O homem apaixonou-se pelos sapatos e fez questão de comprá-los imediatamente. Peter, o sapateiro, não desejava vende-los; queria primeiro descobrir como haviam aparecido em sua mesa. Mas o freguês lhe ofereceu tanto dinheiro pelos sapatos que ele terminou concordando em vendê-los.
        Peter usou o dinheiro para comprar mais couro. À noite, cortou o material e foi se deitar.
         No dia seguinte, aconteceu a mesma coisa: os sapatos apareceram prontos e em seguida veio um freguês que os comprou por um preço altíssimo.
    E, assim, os dias se passavam e o sapateiro se tornava cada vez mais rico. Até que Heidi, sua mulher, sugeriu:
─ Precisamos descobrir o que está acontecendo! Em vez de ir dormir, vamos nos esconder atrás da porta e espiar.
À meia-noite em ponto surgiram dois graciosos gnomos, completamente nus. Sentaram-se na mesa de Peter com tanta rapidez que ele e sua mulher não conseguiam enxergar os movimentos de suas mãos.
Heidi ficou encantada com os gnomos:
─ Eles nos ajudaram, agora estamos ricos! ─ disse. ─ Mas os dois homenzinhos estão com frio! Isso não é justo! Vou costurar roupinhas lindas para eles.
E assim o fizeram. Naquela noite colocaram as roupinhas ao lado do couro, e se esconderam. Os homenzinhos adoraram o presente.
Desse dia em diante, os dois gnomos nunca mais voltaram, mas mesmo assim Peter, Heidi e os filhos viveram felizes para sempre.
contos de Grimm: Jacob e Wilhelm Grimm.

Atividades
  
1) Depois da leitura responda qual é o assunto do texto.

2) No texto aparecem fatos que fogem a realidade e nos levam ao mundo do fantástico. Que elementos são esses?

3) O gênero conto se caracteriza por narrar fatos mágicos, indique quais das características abaixo estão presentes no texto.
a) Apresenta vilões e heróis em luta.
b) Geralmente apresenta final feliz.
c) Inicia-se com ”Era uma vez”.
d) Narra fatos que acontecem no mundo da fantasia, envolvendo personagens dotadas de poderes mágicos.

4) Que fato, acontece no conto que modifica o rumo da história?

5) Quais elementos da narrativa aparecem no texto?


GABARITO
1- O conto trata-se de seres fantásticos.

2-  A existência de homenzinhos que aparecem à noite para ajudar os humanos.

3)  b, c,d

4)  A mulher do sapateiro resolve descobrir o que se passa e acaba revelando que sabe da  presença dos gnomos.

5)  Sequência de fatos, personagens, narrador em terceira pessoa, tempo (indefinido, mas marcado por meio de expressões como “certa noite”, “na manhã seguinte”, ”alguns dias depois”...) e espaço.


            

               

ATIVIDADES DE GRAMÁTICA - SÓ SUBSTANTIVOS: 6° ANO

      EXERCÍCIOS - SÓ SUBSTANTIVOS: 6° ANO
 1) Identifique os substantivos próprios e os comuns nas frases abaixo:
a) Aquela praia está deserta.
b) Joana achou a areia muito quente.
c) O sol brilhou o dia inteiro.
d) As crianças jogaram o lixo  no local indicado.
e) André trabalhou com Maria.
f)  A festa de Camilo estava animada!

2) Substitua a palavra grifada na frase abaixo por um substantivo abstrato, fazendo as modificações adequadas.
a) Seu Rogério era apaixonado por  futebol.
b) Geralmente. a mãe escolhe o nome da filha.
c) Nem sempre vai existir uma forma de suprir o pai ausente.

3) Utilize os substantivos coletivos nas frases abaixo:
a) Dez anos não foram o bastante para ela me esquecer?
b) Os livros estavam novinhos quando chegaram.
c) Os jurados estavam indecisos e votaram a favor da ré.

4) Observe os versos abaixo: Teu nome.( Vinícius de Moraes)
Teu nome,Maria Lúcia
(...)
Tem o palor que irradia
A estrela quando desmaia.

a) Qual substantivo poderia ser usado no texto para substituir a palavra em destaque?
b) Classifique o substantivo que você usou para substituir a palavra palor.

GABARITO
1- a) Substantivo comum: praia
b) Substantivo próprio: Joana - substantivo comum : areia.
c) Substantivos comuns: sol, dia.
d) Substantivos comuns:turistas lixo,local.
e) Substantivos próprios: André, Maria.
f) Substantivo comum: festa - Substantivo próprio: Camilo

2- a)... tinha paixão por livros.
b) Geralmente,a mãe faz a escolha...
c) ..de suprir a ausência do pai.

3- a )Uma  década não foi  suficiente...
b) A biblioteca estava destruída...
c) O júri estava indeciso e...

4- Palidez - substantivo abstrato


INTERPRETAÇÃO DE TEXTO- POEMA- RECONHECER RECURSOS LEXICAIS E SEMÂNTICOS,POSICIONAMENTOS E ENUNCIADOS E SUAS VOZES REPRESENTATIVAS - 9° ANO

INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: GÊNERO TEXTUAL POEMA.- 9° ANO

 POEMA DOS OLHOS DA AMADA


Ó minha amada
Que olhos os teus
São cais noturnos
Cheios de adeus
São docas mansas
Trilhando luzes
Que brilham longe
Longe dos breus...

Ó minha amada
Que olhos os teus
Quanto mistério
Nos olhos teus
Quantos saveiros
Quantos navios
Quantos naufrágios
Nos olhos teus...

Ó minha amada
Que olhos os teus
Se Deus houvera
Fizera-os Deus
Pois não os fizera
Quem não soubera
Que há muitas era
Nos olhos teus.

Ah, minha amada
De olhos ateus
Cria a esperança
Nos olhos meus
De verem um dia
O olhar mendigo
Da poesia
Nos olhos teus.
(Vinícius de Moraes.In: Poesia completada e prosa.)

Exercícios
1) A quem o eu -poético ( pessoa que fala no poema ) se dirige?
2) De que maneira o poeta descreve os olhos da pessoa amada na primeira estrofe?
3) Qual é o assunto principal do texto?
4) Como o autor descreveria os olhos da amada na linguagem comum? (conotativo).

gabarito
1) O  poeta se dirige a pessoa amada.
2) " ...os olhos teus/são cais noturnos/cheios de adeus/são docas mansa/Trilhando luzes..."
3) O assunto é o profundo sentimento do poeta pela pessoa amada.
4) Seus olhos escuros são calmos,profundos e cheios de mistérios.

ATIVIDADES SOBRE O USO DE : PORQUE, POR QUE, PORQUÊ, POR QUÊ.- 8° ANO

      
DICAS DE PORTUGUÊS: PORQUE, POR QUE, PORQUÊ, POR QUÊ – 8° ANO
PORQUE
É a conjunção causal ou explicativa
“Ela não dançou, porque estava doente”.
POR QUE
Em frases interrogativas
Diretas ou indiretas
“Por que você não dançou?”
PORQUÊ
É a forma substantivada (antecedida de determinativo:
Artigos “o”, ”um” ou pronomes “este”, “aquele”...)
“A professora entendeu aquele porquê.”
POR QUÊ
Antes de pausa, no fim de frase
Ele quer saber por quê, onde e quando?

terça-feira, 14 de abril de 2015

ATIVIDADES DE GRAMÁTICA - SOBRE CLASSES GRAMATICAIS - 6° ANO

Atividades para trabalhar as classes gramaticais 



Relacione as classes gramaticais, de acordo com o nome de cada uma delas aos exemplos e conceitos.


quarta-feira, 8 de abril de 2015

INSTRUÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTO ALUNOS DE 7° ANO


Apresentação física do texto
Quando se produz um texto, individual ou em grupo, deve-se ter uma série de cuidados para valorizar o trabalho realizado e respeitar as pessoas que irão lê-lo.
É importante que o texto esteja bem distribuído na folha, que a letras seja clara e legível e que haja capricho.
A apresentação física do texto retrata seu autor ou autores.
Pontos importantes a serem observados:

TÍTULO
* Não se esqueça de dar título ao seu texto.
* Coloque-o no meio da linha.
* Deixe um espaço entre título e texto.

LEGIBILIDADE
* Desenhe as letras com cuidado.
* Acentue todas as palavras que devem ser acentuadas, não deixe de pingar a letra i e j.
* Coloque o til no lugar certo e não confunda o i com e.

 PARÁGRAFO
* Use sempre o mesmo espaço dado ao primeiro parágrafo.
*Lembre-se: travessões são colocados depois do espaço do parágrafo.

 CAPRICHO
* Evite rasuras, borrões, manchas.

OUTROS LEMBRETES
* Divida as palavras corretamente ao final da linha (sílabas).
*Use sinais de pontuação no final dos períodos.
* Exponha, com clareza, suas ideias.

VOCABULÁRIO
* Consulte sempre um dicionário. Ele garante o desenvolvimento do vocabulário.
* A leitura é a melhor fonte para a formação de um bom escritor.


CONTEÚDO
ESTRUTURA TEXTUAL
*O texto contém respostas ás questões: quem? O que? Quando? Onde? Como? Por que?
* A sequência do acontecimento corresponde à história narrada?
*O que está faltando é importante? Torna o texto inviável?
*Quem é o narrador (primeira ou terceira pessoa?)

Depois dessas dicas é a hora de iniciar os trabalhos com a turma.
Trabalho individual interdisciplinar. ( português e matemática ).
*Desenhe três figuras geométricas planas, sobrepostas, isto é uma dentro da outra. Na ordem e tamanho que preferir.
Exemplo:
As figuras deverão ser coloridas de acordo com as orientações abaixo:

*Peça para os alunos pensarem no seu passado: alegrias, tristezas, amizades. Colora o retângulo com a cor que simboliza o seu passado.
*A seguir é preciso pensar no presente: momentos fortes, alegrias, emoções, decepções. Escolher a cor que simboliza o presente e colorir o losango.
*Agora é a vez do círculo. Pense em seu futuro: Perspectivas, esperanças... Escolha a cor que reflita a sua perspectiva e colora o círculo.

Desenvolvimento do trabalho com o  aluno)

*Escreva sobre você: quem foi, quem é, quem pretende ser.
*Faça a releitura do que você escreveu.
* Observe se o texto está claro e se respondeu às perguntas da estrutura textual.
*Quem é o narrador?
*Feito isso apresente seu desenho; justifique as cores escolhidas.
* Fale sobre você e leia o que escreveu.
*Ouça com atenção a leitura dos textos de seus colegas, anote informações para a discussão dos trabalhos com a turma e a professora.
*Esse trabalho pode ser adaptado para trabalho em grupo.

Motivação do trabalho
*Leitura e apreciação dos textos produzidos.
*Verificação de comunicabilidade.
*Estrutura textual.


REFERÊNCIAS:


CARVALHO, André Ferreira de; FERREIRA, Ângela Maria Franco; LOPES, Modestina Maria Amaral; SOARES, Suely Gonçalves. Português Hoje: A Comunicação Viva.